28/02/07

META -A ARTE DE SABER RIR


SÃO PARVOS, NÃO RIAS DELES
DEIXA-OS SER, QUE NÃO SÃO SÓS;
ÀS VEZES RIMOS DAQUELES
QUE VALEM MAIS DO QUE NÓS

António Aleixo-"Este livro que vos deixo..."

27/02/07

MEDITAÇÃO PARA DIÁLOGO(S)


"True guilt is guilt at the obligation one owes to oneself to be oneself. False guilt is guilt felt at not being what other people feel one ought to be or assume that one is."
Ronald David Laing "The divided self"

26/02/07

O DIÁLOGO DOS AFECTOS-A META :OS ANIMAIS


...."Tudo o que tinha a fazer era dar um passo em frente e num instante estaria em Timbuktu.Estaria na terra das palavras e das torradeiras transparentes,no país das rodas de bicicleta e dos desertos escaldantes, onde os cães falavam como iguais com os homens.
E foi assim que, naquela resplandecente manhã de inverno, Mr.Bones,companheiro inseparável de Willy G.Christmas, tratou de provar que era um campeão entre os cães....
Com alguma sorte, estaria com Willy antes que escurecesse."

Paul Auster"Timbuktu"

25/02/07

META A ATINGIR--->"A Arte convence mais do que a realidade"


Em dia de atribuição dos prémios mais representativos, pelo menos mediaticamente, da indústria cinematográfica importa saber :

O cinema é arte?
A arte é maior do que a realidade?
A realidade é uma metáfora?
Os artistas devem ser endeusados?

Quem merece o Óscar para melhor actor/actriz,realizador,argumento,etc.??
Os que nos entram todos os dias pela Televisão, pelos jornais, revistas ou os que nos prendem horas a fio numa sala, ás vezes a cheirar a bar underground, e são meros mimos da realidade?

Se"pegarmos"num sem-abrigo e o filmarmos na sua rotina miserável temos um bom filme??
E se "trocarmos" o real sem-abrigo por um, digamos, Edward Norton ,não iremos verter lágrimas, sair indignados pela condição humana e memorizar esse momento como se tivessemos visto , in loco, o "Grito" de Munch?


Aceitam-se idéias, comentários , sugestões e até pontos de vista.
O que importa é Dialogar com ou sem Meta.

24/02/07

Ode aos poetas que transformam as Metas da Vida


Tu que dormes, espírito sereno,
Posto à sombra dos cedros seculares,
Como um levita à sombra dos altares,
Longe da luta e do fragor terreno,

Acorda! é tempo! O sol, já alto e pleno,
Afugentou as larvas tumulares...
Para surgir do seio desses mares,
Um mundo novo espera só um aceno...

Escuta! é a grande voz das multidões!
São teus irmãos, que se erguem! são canções...
Mas de guerra... e são vozes de rebate!

Ergue-te, pois, soldado do Futuro,
E dos raios de luz do sonho puro,
Sonhador, faze espada de combate!


Antero de Quental-" A um Poeta"

23/02/07

20 Anos-JOSÉ AFONSO- Alcançar a meta que ele propôs pelo diálogo da poesia,da voz e da música





Vejam bem
que não há
só gaivotas
em terra
quando um homem
se põe
a pensar

Quem lá vem
dorme à noite
ao relento
na areia
dorme à noite
ao relento
do mar
E se houver
uma praça
de gente
madura
e uma estátua
de febre
a arder

Anda alguém
pela noite
de breu
à procura
e não há
quem lhe queira
valer

Vejam bem
daquele homem
a fraca
figura
desbravando
os caminhos
do pão
E se houver
uma praça
de gente
madura
ninguém vem
levantá-lo
do chão
Vejam bem
que não há
só gaivotas
em terra
quando um homem
se põe
a pensar






Quem lá vem



dorme à noite



ao relento na areia



dorme à noite



ao relento do mar






José Afonso

22/02/07

Para a minha recente empatia...


RITORNO

Ho serrato i battenti della notte
cancellato la via che vi conduce
rovesciata ogni roccia,
ogni fusto divelto
su cui ruoti un punto cardinale.
Con un soffio ho scomposto
la perfezione degli astri
l’insinuante distesa
di ciottoli lunari.
Disperse le briciole,
sviata la traccia.
Un labirinto sommerso
si è docilmente annodato
sotto i miei passi a ritroso.
Non resta più che il dorso
di una piega invisibile
nel folto dell’erba sognante,
e incrinature di silenzio
da costeggiare distratti
nell’effuso chiarore dei mattini.
("La scalla a spirale"-Gabriella Stanchina)

A Vida não é dialogável???

Um monte de coisa nenhuma
Um bicho de conta enrolado
e já morto
Uma aranha na teia que se desfaz
com uma mosca já moribunda.
Um animal putrefacto coberto de larvas
Uma aberração, um nojo
Uma pouca de coisa nenhuma
um cão com apenas uma perna
um gato que não mia, um morcego cego,
um rato que não come queijo,um peixe que não
sabe nadar,um pássaro sem asas, uma flor malcheirosa
um mar cor de enxofre, um céu negro com nuvens em decomposição
um transladado que ainda não é pó, a morte violenta,
à facada, de uma criança inocente, a fome
tenebrosa, ensacada para servir mais logo
armas nucleares, químicas e afins,
fiéis que alcançam o céu pela auto-mutilação,
pela morte cruel dos outros que não têm a mesma fé
explosões em autocarros, aviões, metropolitanos,nas casas pobres
dos ainda mais pobres que têm outra(s) fé(s) tão letais como as outras....

É Linda a Vida e viver é o exercício de maior beleza que podemos ensinar
especialmente aos nossos filhos.

Quem me dera nunca ter sido parida!

11/02/07

REFERENDO 2007

Pois é!!! parece que mesmo com tanta abstenção os portugueses conseguiram diferenciar mentira de realidade.
SIM ganhou e as mulhres têm, pelo menos, a promessa vinculativa de que o PM e o Governo irão mudar toda uma situação terceiromundista que alguns desejavam perpetuar...
Viva a VIDA com amor,com certeza e liberdade!!!

03/02/07

Metadiálogo

Conversa acerca de um assunto problemático que deve ser tal que não só o problema seja discutido pelos participantes, mas a estrutura da conversa como um todo seja também relevante para o mesmo problema.

passearam no meu país...

Raríssimas...sabe o que é?

A minha "mais Kika"

A minha "mais Kika"

Dizer Não!!!

om

Alguns minutos de Boa Música

Loading...

www.endviolenceagainstwomen.org.uk