14/10/08

...do sentido dos dias


“(…) Se, depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia,
Não há nada mais simples.
Tem só duas datas, a da minha nascença e a da minha morte.
Entre uma e outra todos os dias são meus. (…)”

Alberto Caeiro

2 comentários:

jorge c. disse...

Já sentia a sua falta. Anda muito fugidia.

PAH, nã sei! disse...

Ervilhinha...lembras-me do meu pensamento dos últimos tempos...
"When my time comes, forget the wrong that I've done. Help me leave behind some reasons to be missed"

passearam no meu país...

Raríssimas...sabe o que é?

A minha "mais Kika"

A minha "mais Kika"

Dizer Não!!!

om

Alguns minutos de Boa Música

Loading...

www.endviolenceagainstwomen.org.uk