25/04/07

25 de Abril



Dia 25 de Abril de 1974, zero horas e vinte e nove minutos.
Portugal entra na contagem decrescente para o início da queda do regime fascista.
E depois...
A poesia desce à rua.
Os escritores podem, finalmente, escrever : o povo português espera uma literatura que seja efectivamente portuguesa.
Os jornais de 26 de Abril assinalariam que um escritor morreu de comoção em consequência da Revolução :"É um pormenor dizer que tinha 47 anos e foi vitima da emoção democrática que rodeou os últimos acontecimentos no nosso país"-Pedro Oom partiu com o coração pleno de certeza num Portugal melhor ...
E nós?? 33 anos depois ainda acreditamos no Portugal que Abril futurou?


"Dentro de mim
há uma planta
que cresce alegremente
que diz bom dia
quando nos amamos
ao entardecer
e boa noite
quando florimos
à alvorada
uma árvore
que não está com o tempo
este tempo
a que chamamos
nosso."

Pedro Oom

8 comentários:

MJ disse...

Boa noite, doce Ervilhinha :-)

Pois... será que ainda acreditamos? :-(

Nessa altura, como diz Manuel Alegre - "Era um Abril comigo Abril contigo
ainda só ardor e sem ardil..."

Beijo verde esperança*

Aspásia disse...

"E nós?? 33 anos depois ainda acreditamos no Portugal que Abril futurou?"

LENA

EU JÁ NÃO ACREDITO QUE ESSE PORTUGAL AINDA SEJA POSSÍVEL... INFELIZMENTE.

SONHAR E PROMETER É BOM MAS NÓS VIVEMOS NA REALIDADE.

BEIJINHOS REALISTAS.

PAH, nã sei! disse...

Quanto a mim (ainda por cima nascida em Angola), este dia lembra incidentes tristes...
Moravamos em Angola, e ficamos por lá mais um ano depois da "revolução"...
A descolonização forçou uma partida que não estava agendada. Mesmo em 1975 os meus pais ainda acreditavam que podiam por lá continuar... afinal de contas tinha lá tudo... casa, empregos (nada de grandes rendimentos... mas levavam uma vida calma), uma filha (lindaaaaa!! Moi!!!) e um novo rebento a caminho...
Foi o medo por nós (eu e o meu futuro mano - que veio nascer na Invicta "Puerto") que os obrigou a voltar a Portugal...

Enfim... mas cresci a calcorrear, neste dia, a Avenida dos Aliados junto com o meu Pai! :)
Era giro gritar: 25 de Abril sempre!! Sabia lá eu o que aquilo queria dizer... Mas o meu pai gritava-o a plenos pulmões!
Hoje, sabendo pelo que passou, ainda o admiro mais por aqueles gritos... imagino como seria antes...

Entre linhas disse...

Boa noite...e que continuemos a acreditar no grande movimento que foi o de Abril.

Bjs Zita

PAH, nã sei! disse...

Linda, um convite: passar por dois blogs.
São de dois alunos (a Joana do 9º ano e o Zé do 12ºano) que possuem um sentido de humor fantástico!!

Se tiveres tempo, lê alguns dos posts antigos!! São uns doces e inteligentes miúdos! Merecem toda a publicidade :)

Estes são os links:

(o da Joanita)http://juandcompany.blog.pt/

(o do Zé)
http://blogscriptum.blogspot.com/

Joana disse...

Olá! :)
Primeiro, muito obrigada pelos elogios...x)
E é claro que me pode tratar por tu... x) Tenho quinze anos...e só 1.57 cm de altura.
Este cantinho também está muito bom e eu não o conhecia. Tenho que passar por aqui mais vezes...

Beijinho**

Teresa David disse...

Lembrares o Pedro Oom que não conheci pessoalmente pois morreu logo no 25 de Abril, mas foi mto amigo do pai do meu filho, deu-me prazer pois cá por casa ouvi da boca do falecido mtas histórias interessantes sobre ele. E durante anos tive na parede um quadro por ele pintado lindo de morrer, que está agora em casa do irmão mais velho do meu filho.
tudo bom para ti e pelo menos que nós individualmente consigamos manter a liberdade de existir dentro dos parametros que defendemos.
Bjs
TD

Alexandre disse...

Olá,

cheguei aqui pelo blog da Teresa David e fiquei muito sensibilizado do que por aqui se escreve e se mostra... muito sentida esta homenagem a Pedro Oom, um dos poetas esquecidos, infelizmente.

Tb postei sobre o 25 de Abril. Se quiseres dar uma olhada...

Um beijinho!!!

passearam no meu país...

Raríssimas...sabe o que é?

Arquivo da ervilheira

A minha "mais Kika"

A minha "mais Kika"

Dizer Não!!!

om

Alguns minutos de Boa Música

Loading...

www.endviolenceagainstwomen.org.uk