13/01/09

...da Guerra e do Horror!


Não há guerras justificáveis.
Não há fins que justifiquem os meios.
horrores que devemos repudiar!

3 comentários:

Jorge disse...

Vejo que as preocupações humanistico-feministas são muitas, os problemas de classe não cessam e o horror, o trauma, a desolação pairam por aí...
Mas, há dias felizes!
Na selva, o leão e a gazela, quando acordam, sabem que têm de correr para sobreviver. A menos que vivam a poucos quilómetros do Palácio de S. Bento e o PM lhes abone a alimentação em géneros.

Maria Velho disse...

Claro que há, Jorge! Se esses dias felizes não existissem, viver seria insuportável!
Tenho pena que o seu perfil esteja inacessível...


p.s.-acha mesmo que o leão e gazela a quem abonassem a alimentação em deputados seriam felizes???

sombra e luz disse...

peço licença...;)

a lei da selva é exactamente aquela que nós queremos ultrapassar, não é, com a democracia? Correr pr'a comer ou não ser comido, era noutros tempos, motivo de felicidade suficiente. Agora, só correr pelo prazer de correr é nos poderia tornar felizes e baixar-nos a elevada e prejudicial taxa de colesterol entretanto atingida...

Abaixo a guerra e a lei do predador...
Correr pela fome de paz, ao encontro dos dias felizes.

Para todos.

passearam no meu país...

Raríssimas...sabe o que é?

A minha "mais Kika"

A minha "mais Kika"

Dizer Não!!!

om

Alguns minutos de Boa Música

Loading...

www.endviolenceagainstwomen.org.uk