12/07/07

A Pablo Neruda

Amor, cuántos caminos hasta llegar a un beso,
qué soledad errante hasta tu compañía!
Siguen los trenes solos rodando con la lluvia.
En Taltal no amanece aún la primavera.

Pero tú y yo, amor mío, estamos juntos,
juntos desde la ropa a las raíces,
juntos de otoño, de agua, de caderas,
hasta ser sólo tú, sólo yo juntos.

Pensar que costó tantas piedras que lleva el río,
la desembocadura del agua de Boroa,
pensar que separados por trenes y naciones

tú y yo teníamos que simplemente amarnos,
con todos confundidos, con hombres y mujeres,
con la tierra que implanta y educa los claveles.


(1959)

6 comentários:

Rui Rebelo disse...

lindo!

adoro Pablo Neruda.

PAH, nã sei! disse...

Minha querida...
só para dexar um "até breve"...
Beijos doces!!

Maria Velho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Velho disse...

Phazinha Querida

Até SEMPRE!

Um abraço de amizade!!

Maria Velho disse...

Rui

Pablo Neruda nasceu a 12 de Julho de 1904...o que é belo é intemporal!

Aspásia disse...

NERUDA SEMPRE!

NAO SEI SE VISTES OS POSTS SOBRE ELE Q FIZ HA UNS MESES...

PARECE Q FOI NA ALTURA Q NAO CONSEGUIAS ENTRAR NO JARDIM...

INCLUSIVE RECITEI UM POEMA DELE...

VOU VER SE TE MANDO ESSES LINKS

BEIJOES DA AZEITONA ESPARTANA!!!
VOCÊS ERVILHAS DE ATENAS SÃO UMAS COMILONAS...A ERVILHA TEM MUITA PROTEÍNA...

;)))

passearam no meu país...

Raríssimas...sabe o que é?

Arquivo da ervilheira

A minha "mais Kika"

A minha "mais Kika"

Dizer Não!!!

om

Alguns minutos de Boa Música

Loading...

www.endviolenceagainstwomen.org.uk