19/03/07

19 Março-Dia de S.José( Dia do Pai)


Mais uma data que só deveria fazer sentido para quem é religioso, católico, praticante ou não...
Mas, quase todos sentem necessidade de marcar esta data com um mimo, um presente,um elogio ao seu Pai.
Eu já não tenho o meu Pai.
Morreu , cedo demais, e deixou-me com a dor que o tempo não cura.
Não me lembro mais dele neste dia.
Não lamento mais a falta que me faz neste dia.
Não o amo mais neste dia.
No entanto, também eu, sou contagiada pelas mensagens persuassivas, pelas montras decoradas a preceito, pelos comentários das crianças, que plenas de alegria, voltam para casa com um desenho, uma cartolina pintada com um "O meu Pai é o melhor do Mundo"!
A minha filha fazia-o quando era pequenina e perdeu esse enlevo com o tempo, porque ser pai não é só dizer que se ama os filhos...é mostrar, permanentemente, aos filhos que eles são amados.Tenho saudade do engenho que ela investia nos seus presentes, onde a sua alma de artista plástica já dava os primeiros passos.Estão fechadas em caixas de papelão 14 dedicatórias e poemas, desenhos, cinzeiros,porta canetas e outras invenções , aguardando que um dia ela queira recordar os tempos em que sentia como era tão bom o seu pai!
Só por isso vale a pena relembrar e tratar este dia como um dia de efeméride, sem ofensa a S.José, de todas as crianças que têm Pai e de todos os pais que amam as suas crianças.
A todos os Pais do mundo um bom dia!
E nunca se esqueçam que há quem conte convosco para sempre!

6 comentários:

MJ disse...

Boa noite, querida Helena :-)

Dia do pai? De quem? De quem o não tem? :-(

Nestes dias comemorativos a saudade acentua-se.

Inevitável não sofrermos...

Um beijão, Amiga*

Rita Lemos disse...

A fotografia não podia ser mais elucidativa. Que maravilha de pai tão babado!

robert disse...

Cara Maria

Cito-a:
"Não me lembro mais dele neste dia.Não lamento mais a falta que me faz neste dia.
Não o amo mais neste dia."

Pois... não parece. E o que não parece - às vezes não é.

Numa primeira visita e tendo observado algo rapidamente algumas das suas "mil ervilhas", pareceu-me demasiado sensível para não sentir a falta do amor do seu Pai. E aliás o que disse no blog de MJ e q precisamente me atraiu a este "país", contradiz este seu texto.
Aliás como a foto é significativa, como mto perspicazmente comentou a Rita.

As pessoas que amámos de algum modo continuam a estar presentes.

Um abraço.
Robert

Maria Velho disse...

Robert
Gostei que aparecesse mas, o que eu quero dizer é que não sinto mais saudade , amor, ausência hoje do que ontem ou vou sentir amanhã!! É óbvio que , como digo mais abaixo, o falar-se do dia do pai reforça a ausência dele-Coisas de gente grande, não é?

Maria Velho

Maria Velho disse...

MJoão

Hoje já é amanhã!
Vivamos para "honrarmos" os PAIS que tivemos e iremos dizer até ao fim Adoro-te meu Pai, fazes-me falta!E eles responderão: Eu sei!
Bjs.
HMV

Maria Velho disse...

Rita

Às vezes o momento é enganador! o que parece não é ou deixa de ser e nunca mais volta a ser.
Complicado? Não é , pois não?
Bjs........
HMV

passearam no meu país...

Raríssimas...sabe o que é?

Arquivo da ervilheira

A minha "mais Kika"

A minha "mais Kika"

Dizer Não!!!

om

Alguns minutos de Boa Música

Loading...

www.endviolenceagainstwomen.org.uk