17/03/07

A (des)Honra da nossa Língua




Tenho um projectozinho de solidariedade no Marco de Canavezes*e na altura do Natal estive por lá bastante tempo.
Um dia, por volta da hora do almoço, fui ao MB para fazer o óbvio e uma mulher, andrajosa, muito escura(de pele e roupa) , cheia de sacos e algaraviar qualquer coisa pediu-me 1 euro...eu desviei-me pois "cheirou-me" a crava romena( até pareço homofóbica!?).
Ela insiste e eu faço de conta. Volta a insistir e agarra-me o casaco e diz "um ouro sinhora!! "a que eu respondo "No lo entiendo!!"
Resposta rápida da mulher- És espanhuela??mi gusta mucho espanha, mi marido travaja a Madrid!
Feliz navidad!..bem enfiei( não a viola ao saco...) a mãozita no porta-moedas e lá vai 1 ouro para a pedinte mais poliglota do reino dos marcoenses.

Digam lá se não é preciso ter azar?? ?


*Para quem não sabe o Marco de Canavezes fica depois do Porto(a norte) e antes da cidade de Teixeira de Pascoaes-Amarante.

2 comentários:

MJ disse...

Bom dia, querida Maria :-)

Tive o privilégio de conhecer este "episódio" antes de o publicares.

Quando mo contaste, ri imenso :-)
Imaginei a situação e achei-a hilariante :-)

A Vida tem destas "surpresas" que dão algum colorido à tristeza e, neste caso, à pobreza da mulher.

Um beijo grande e um bom fim-de-semana*

Teresa David disse...

Afinal também é uma contadora de histórias. E esta até é bem engraçada.
Bjs
TD

passearam no meu país...

Raríssimas...sabe o que é?

Arquivo da ervilheira

A minha "mais Kika"

A minha "mais Kika"

Dizer Não!!!

om

Alguns minutos de Boa Música

Loading...

www.endviolenceagainstwomen.org.uk